Por Daniel Lunardi

A série Diavlo da Randall é uma série especial, pois ela olhou para todo o mercado de amplificadores higain, diferentes níveis de guitarristas e todos os bolsos. Pouquíssimas empresas tiveram essa preocupação.

Head Randall Diavlo RD1

Essa série não foi vendida no Brasil pela importadora da época, segundo informações, por conta da provável má aceitação do público gospel.

O motivo seria o nome da série e o “capetinha”

A empresa fez uma gama completa de produtos. Desde o RD1, amplificador valvulado higain de 1w de potência, o RD5 de 5w, o RD20 de 20w, o RD45 de 45w e o RD100 de 100w. Passando pelos combos com nomenclatura semelhante, com exceção do RD40 que é um combo de 40w valvulado com um falante de 12 polegadas e o RD45 que tem a mesma potência do RD40, mas com dois falantes de 12 polegadas. 

Sem falar nos gabinetes com diversas configurações como 1×12, 2×12, 4×12 reta, 4×12 angulada, com a possibilidade de usar os falantes da própria Randall ou os Celestions V30.

Controles do RD1, simples e direto.

O RD1 é um amplificador bem simples. Possui o controle de ganho, uma chave (tictac) que atua na equalização do amp, o tone e o volume. 

Traseira do head, detalhe para o loop e saída emulada

São duas válvulas 12ax7 na pré-amplificação e uma 12au7 no Power. Possui loop de efeitos, saída emulada e saída para caixa.


Ele é uma excelente ferramenta para praticar em casa e também para gravações! Em ensaios e shows obviamente que falta volume, mas ele entrega uma boa qualidade pelo preço, porte e tipo de produto. Por isso mesmo que eu tenho o pequeno “debônio”!

Leave a Reply